Depois do envio de José Sócrates para um centro de novas oportunidades em Paris e na iminência de Santana Lopes privatizar o Totobola, os sócios desta Taberna sentiram-se obrigados a tomar as rédeas do país, tendo como base de comando este espaço!

26 de Setembro de 2013

Palermas há muito(s) (14)


Este tem bem a sua dose de palermice.

É oficial! Nunca sairemos da crise!

Queria desde já agradecer os juízes do tribunal constitucional por me condenarem, a mim e a mais 10 milhões de pessoas, a viver para sempre em crise!
Involuntariamente estou, eu e mais 10 milhões de portugueses, limitado à pobreza que a vida de crise em crise me proporciona.
Posto isto, espero que os partidos habitualmente irresponsáveis (todos menos os que têm, apesar de tudo, tentado alterar as coisas), tenham o bom senso de perceber que já chega de balofadas e que só temos uma solução:

Alterar a Constituição da República e em simultâneo limitar os poderes "governativos" do tribunal constitucional. (perceberam chuchas???)

Até lá, continuemos a viver num estado ditatorial cujos ditadores (não serão todos assim?) parecem estar do lado certo da barricada, mas que mais não fazem do que empobrecer o país e remetê-lo a um atraso atroz.

P.s. desafio todos aquele que sempre me quiseram convencer que o problema não estava na constituição (já o digo há muito anos), mas sim na forma de interpretação da mesma, a deixarem aqui o seu pensamento sobre esta situação.

23 de Setembro de 2013

Independentes? Uma ova!

Tem-se ouvido falar muito em transparência nestas eleições autárquicas.
Na minha opinião é impossível haver total transparência na política (ou em qualquer outra actividade, há responsabilidades diferenciadas, há hierarquias, há segredos), quer seja na política local quer na nacional, prefiro antes acreditar em seriedade e verdade.

Vem isto a propósito de uma candidatura à Junta de Freguesia de Minde.
Uma candidatura que se afirmou como independente, mas que à última hora aparece "abraçada" (e de que maneira) a um partido político.

Faltou-lhes seriedade e verdade para assumirem aquilo que sempre quiseram e que efectivamente são, apenas com o objectivo de ludibriar a população perante um estigma existente e reconhecido.
Faltou-lhes, acima de tudo, coragem na génese de todo este processo. Preferiram a artimanha.
E gente sem coragem para assumir o que pensa e o que, no fundo, deseja é o que menos precisamos nesta fase.

Mantenho o slogan que divulguei aqui no dia 1 de Julho.

P.s. No dia 30 de Julho tinha dado nota do modus operandi desta candidatura. Portanto, nada de novo...

19 de Setembro de 2013

Palermas há muito(s) (13)


É preciso ter olho para passar a vida toda sem fazer nenhum!

18 de Setembro de 2013

E pronto...

"O Governo e a 'troika' têm de parar com os cortes na saúde, na educação, nas pensões e nas reformas dos portugueses. O Governo e a 'troika' têm de redefinir as metas orçamentais para o próximo ano. Pelo menos deve ficar em 5% a meta orçamental para 2014"

...o PS é isto.

O PS é um partido que não percebe a realidade em que vivemos.
O PS é um partido que não percebe os motivos que levaram à intervenção da Troika.
O PS é um partido que não percebe os problemas do país.
O PS é um partido de ficcionistas.
O PS é um partido de mentirosos.
O PS é um partido de atrasados mentais.

Mas ninguém diz nada.

17 de Setembro de 2013

Sugestão para a RTP

Em vez de investirem em programas de entretenimento, vão colocando o material que têm em arquivo do parolo do Mário Nogueira da Fenprof que assim têm garantidos vários programas e sempre com a tónica do entretenimento em alta.

Acho incrível, e até intelectualmente suspeito, como é que um professor se sindicaliza sabendo que o seu líder sindical será uma pessoa como Mário Nogueira.

Mário Nogueira é simplesmente um dos maiores causadores de desestabilização no sector do ensino nos últimos, é um detractor de políticas e de ideias e que tem mais do dobro dos anos como activista sindical do que como professor. O que diz muito sobre os poderes sindicais e sobre a ideologia comunista na gestão dos cargos. Por muito que esforcem a apregoar o contrário.

11 de Setembro de 2013

Prognóstico Eleições 2013

Com praticamente 3 semanas de antecedência, aqui fica o meu prognóstico para as próximas eleições autárquicas:

Junta de Freguesia de Minde:

- Vitória do PSD-CDS, liderado por António Fresco, maioria absoluta;

Número 2 à Câmara em Minde:

- Mais votos para PSD-CDS

Município de Alcanena:

- Vitória do PS, liderado por Fernanda Asseiceira, 5 vereadores;
- PSD-CDS, 2 vereadores;

Assembleia Municipal de Alcanena:

- PS com 11 deputados;
- PSD com 7 deputados;
- CDU com 2 deputados;
- ICA com 1 deputado.

Notas:

- Será, finalmente, o fim do movimento ICA;
- Parece-me que existe uma relativa satisfação da população em relação ao trabalho desenvolvido pelo elenco camarário, não obstante a conjuntura económica e não alheia a forma como herdou a câmara;
- Gostava de ter visto coragem por parte do movimento JFM para se candidatar pelo PS, porque de movimento independente não há ali nem uma unha.

[Actualização (sem qualquer alteração de base)]

Pressuposto e conclusão:

1) pressuposto assumido de dispersão quase total dos votos do ICA entre PS e PSD, com ICA a ter uma votação ao nível da CDU em 2009;
2) caso a dispersão dos votos ICA tenha um comportamento diferente de o assumido neste prognóstico, o resultado poderá tender para 4 vereadores do PS e 3 do PSD.

5 de Setembro de 2013

Quando o liberalismo traz liberdade


É quando vejo notícias como esta que me sinto feliz por, em termos de pensamento político-económico, me considerar um liberal.
Muitas pessoas confundem e associam pejorativamente o significado de liberalismo político e económico, muito por culpa de sermos uma sociedade pouco instruída em termos económicos, a que não são alheios, são aliás detractores, os meios de comunicação social.
Liberalismo, pode muitas vezes significar liberdade de escolha. Oportunidade de escolher entre várias coisas, ter a capacidade individual ou colectiva de decidir aquilo que se considera o mais apropriado, sem uma "mão invisível" que limite estas opções, ou que, no limite, imponha outras opções.
O facto de o governo ter aprovado em conselho de ministros o novo estatuto do ensino particular e cooperativo, é uma notícia muito interessante para o país, em geral, e para o ensino, em particular. Já o tinha referido, aqui. A evolução para o "Cheque Ensino" significará trespassar para a sociedade um grau de liberdade de escolha só ao alcance dos países política e socialmente mais desenvolvidos.
Nuno Crato percebeu-o e o país agradece.

Para quem estiver interessado no tema, por ler mais: aqui e aqui.

Palermas há muito(s) (12)


Após ausência de algumas semanas, esta rubrica está de regresso.
Parece-me, no entanto, que os Palermas agora destacamos preenchem bem o gap das últimas semanas. Porque, palermas e palermice é coisa que não falta no Tribunal Constitucional.

Antecipação e vanguarda

A Samsung, como que a antecipar-se às novidades da Apple (esperadas para 10 de Setembro), acaba de lançar o seu primeiro Smartwatch.
Dá para telefonar, ouvir música, tirar fotos, e-mails, mensagens, além de aplicações disponíveis em Android.


P.s. "A tecnologia é cá uma cena!" - Ouvido algures

4 de Setembro de 2013

(Um)A Gaiola (pouco) Dourada

Quase me sentia deslocado ao ouvir tanta gente a falar dele.
Ontem, lá cedi à pressão da mesa de café e fui vê-lo.
São 90min bem passados. Mas pouco mais que isso.
Resumiria o filme num pleonasmo: "Uma brejeirice brejeira.".
De facto não é mais que isto.
Não tenho nada contra o retratamento de brejeirices, mas não alinho em propostas e visões brejeiras sobre os temas. E é disso que o filme trata.
O recurso aos palavrões, tantas vezes forçado e desenquadrado, fez-me lembrar aqueles actores de teatro amador que para agarrar o público têm que sacar de uns palavrões, porque sabem que é risada certa.
Joaquim de Almeida mais uma vez demonstrou que é uma espécie de Stalone português. Demasiado limitado na tipologia de papéis que consegue fazer. (ai se o papel fosse feito pelo Miguel Guilherme!)
Valeu essencialmente pelos papéis de Chantal Lauby e Roland Giraud (os Cailaux) que deram outra dimensão ao filme.
Caso contrário tinham sido 90min menos bem passados.

3 de Setembro de 2013

Cantas tão bem


P.s. Obrigado pela prenda...

13 de Agosto de 2013

Férias

Aí vêm elas, finalmente.
Depois? Bem, depois uma nova etapa neste carrossel tão próprio que é a vida.
Com desafios constantes e diferentes se vai tentando serpentear a mais que aparente desgraça que vai pairando no país. Não nos iludamos, as coisas apesar de estarem a melhorar, ainda vão demorar algum tempo a ganhar consistência materializável em melhores condições de vida.
O melhor de tudo?
A família, os amigos e os bons momentos que nos proporcionam.
Assim os procuremos e alimentemos.

9 de Agosto de 2013

Troca tintas

- Quanto é que costumam pagar por isso?
- x
- Então façam lá isso e não se preocupem que eu pago essa parte.
- Aqui está a factura. Foi y.
- Epá, afinal gastaram muito mais do que eu pensava.
- Mas nunca disse que só podíamos gastar x.
- Pois não, mas pensei que iam gastar o mesmo que costumavam gastar.
- Ok, entendido. Pague-nos x, então.
- Pronto, combinado, ficamos assim.
.
.
.
- Então quando é que pode pagar o x que ficou combinado?
- Afinal, estive a pensar e só vou pagar z.
- Mas isso é menos que x. E muito menos que y.
- Pois é mas a vida está difícil.
- Resumindo: gastou-se y e não pagou y. Ficou por x, porque afinal a conversa inicial sub liminarmente apontava para x. No fim do dia ficou z, porque sim. Ok.

Esta é a história de um típico troca tintas, sem carácter.

8 de Agosto de 2013

A imprensa portuguesa é assim

A taxa de desemprego ontem baixou para valores recorde nos últimos tempos e o que nos dizem as capas dos principais jornais genralistas sobre o tema:

CM: nada
JN: diz que o desemprego só cresceu nos salários até € 310 (o que mostra bem a inteligência dos seus jornalistas)
Público: faz uma referência mínima ao caso
DN: igual ao JN (com o mesmo nível intelectual)
i: para variar incorre num erro de análise (o período analisado é o segundo trimestre e não o mês de Junho)

Mais uma boa notícia


A possibilidade de serem as famílias a decidir onde querem colocar os filhos a estudar é de uma importância extrema para a melhoria do ensino em Portugal. Além disso, será provavelmente um bom paralelo a juntar ao despedimento inevitável de professores. Porque, palpita-me, vão abrir muitas escolas privadas. Daquelas em que não há greves, sabem?

Podia ser, mas não é


Esta declaração proferida por José Sócrates numa entrevista a um jornal moçambicano, à partida parece ser espectacular para o bem deste país. O problema é que foi dita por um tipo que está no rol dos mais mentirosos de sempre em Portugal.

Palermas há muito(s) (11)


Mas tão mal vestido devem haver poucos...

7 de Agosto de 2013

És a Nossa Fé

A partir de hoje serei mais um dos autores do blog És a Nossa Fé.
Não desprezando obviamente este espaço, até porque no És a Nossa Fé a temática é só uma: o Sporting!